Vida no seco

 

 

 

 

A vida a bordo tem seus prós e seus contras, mas na vida a bordo com o barco fora d’água é difícil encontrar algum pró.
Quando soubemos que a temporada dos furacões seria intensa, decidimos deixar o barco no seco, num boatyard e optamos pela Grenada Marine, bem no sul da ilha, afastado de tudo, pois tinha vaga, e poderíamos trabalhar, nós mesmos, em alguns dos reparos necessários.

Chegamos de volta dia 18 de outubro, depois de 4 bons meses de viagens e curtição dessa nossa família espalhada pelo mundo.

O Blues estava bem, menos sujo e com menos mofo do que temíamos.

No seco não dá pra usar água, nem banheiro, é como acampar, com os banheiros lá longe, e cozinhar sem ter água corrente, na base do balde (se bem que vi muito barco jogando a água servida no chão), de dia a temperatura dentro do barco chega a 36 Celsius mas de noite refresca pra cerca de 28 Celsius, dormir só com o ventilador na cara!

Pros velhinhos, que vão ao banheiro algumas vezes durante à noite, colocar uma roupa decente, descer as escadas, andar cerca de 200m pra chegar num banheiro não muito limpo, ser atacado por incontáveis mosquitos, pra voltar e tentar pegar no sono novamente, não é tarefa fácil…

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *