3-Temporada dos furacões: susto

A comunidade é solidária, animada, muitos já se conhecem de outras paradas e de outras temporadas de furacão (01 jun a 01 dez). Grenada está fora, teoricamente, da zona de perigo, dentro da área de cobertura dos seguros, mas em 2004 o Ivan passou em cheio causando muita destruição e novamente em 2005 a ilha foi atingida por outro furacão, mas fazia 50 anos que não passava nenhum e de lá pra cá também não passou mais nenhum outro. O único susto esse ano (pelo menos até agora) foi o Matthew que passou perto mas antes de se tornar um furacão.

O momento mais tenso foi o antes, os preparativos, a incerteza, a dúvida de como melhor agir, todos os barcos tiraram tudo que pudesse voar, e quem estava na âncora colocou outra, o George, dono da nossa poita nos ajudou a colocar também a nossa Rocna com 50m de corrente (estamos com 8m de profundidade) e foi categórico quanto a irmos pra terra firme caso virasse furacão e fosse nos atingir, reservamos um studio na marina onde ficariam os 3 casais de brasileiros dessa baía, mas quando finalmente chegou, ainda era só uma tempestade tropical, e o centro passou mais ao norte, o vento aumentou bem, com rajadas de até quase 60 nós, mas bem preparados não tivemos problemas. Mesmo quando, de madrugada, um catamarã garrou e passou do nosso lado, com o casal a bordo sem conseguir fazer grandes coisas, não atingiram ninguém até que, por sorte, se enroscaram numa poita vazia onde ficaram até de manhã, quando começaram a se deslocar novamente e o George os ajudou a pegar uma outra poita em segurança.

E assim vamos levando, de olho na meteorologia, fazendo todo tipo de manutenção, ainda com problemas com o gerador (chamamos um técnico super bem recomendado que cobrou US$ 100 por uma hora e pouco de trabalho e não resolveu nada), tratando as ferrugens, internas e externas, removemos o aquecedor de água que estava vazando (não que a gente aqueça água aqui) pra consertar e assim tivemos acesso às ferrugens em baixo dele, e agora estamos tratando as janelas de boreste do pilot house, um dos 4 vidros quebrou mas conseguimos um vidro laminado pra substtuir, só que incolor, mas já contamos a pessoa que colocará uma película semelhante ao fumê dos outros vidros.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *